Arco8tv

Loading...

Wednesday, April 04, 2018

Sábado 07 Abril



David Limah Quinteto apresenta "Nos Terra"



Sexta-Feira 06 Abril

Sexta-Feira 06 Abril

22:00 Prefiro não o fazer [foto instalação] Inauguração




Os artistas visuais Adriano Rangel, Ana Alvim e Rui Teixeira mostram que a imagem não se resume só ao que é observável.“Bartleby”, de Melville, é o mote de partida face ao qual o acto de observar é uma experiência para o observador e para o espanto como experiências dos lugares.





23:00 Maurizio Abate ao Vivo


Maurizio Abate é um guitarrista autodidata ativo desde o início dos anos 2000, com uma abordagem instintiva à experimentação segue sempre na busca de novas formas de expressão de modo a induzir matéria psicadélica no seu Blues. 
Com trabalhos editados desde 2006 a solo e em coletivos que contam com artistas como : Jooklo Duo, Kawabata Makoto, Golden Cup, Ricky Biondetti and Ale de Zan , Jeremie Sauvage and Mathieu Tilly , Paolo Pascolo e Andrea Gullo, Giorgio Pacorig, BeMyDelay, Al Doum and the Faryds, Rella the Woodcutter, Alberto Boccardi, Ottaven (…)
A sonoridade de Abate remete-nos para frequências desde sempre acarinhadas na Arco 8, onde virtuosos como Norberto Lobo, Tó Trips, Lula Pena, Mandrax Icon, Raoul Vignal, e outros fizeram história e abriram caminho.

Entrada livre



https://www.youtube.com/watch?v=Tab7DQq3Lco

PELAS SOMBRAS de Catarina Mourão


    Cinema - Quarta-Feira 04 Abril 21:30 
"Um dia dei-me conta de que não fazia mais sentido elaborar objectos para os pendurar nas paredes...
" Lourdes Castro tornou-se conhecida como a artista que "cuidava das sombras". Ao longo da sua carreira artística internacional,
Lourdes desenvolveu o conceito de sombra, conferindo-lhe diferentes formas até, finalmente, o reduzir ao mínimo e desmaterializá-lo.
Ela já morou em Munique, Berlim e Paris, mas, há quarenta anos, decidiu voltar para a Ilha da Madeira, sua terra natal, onde tem vivido desde então "nas sombras".
Do que é que Lourdes "cuida" hoje em dia?

_ Parceria: Museu Carlos Machado, 9500 Cineclube e Arco8   
 

Tuesday, March 13, 2018

João Tavares, Rodrigo Amado & Michael Ross


Curtas à Quarta # 02


Dj Rubi Tocha Dábaile


Estas são as noites DáBaile, festas que celebram todas as pérolas, mais escondidas
ou raras, da história da música popular.

DJ Rubi Dábaile é o entertainer, cantor, selector de discos com alguma fama por entreter as festas mais arriscadas e de fazer viajar o seu publico sem necessitar de sair da pista de dança. DJ Tocha, conhecido também como a voz e corpo do super-power-duo TOCHAPESTANA, gosta de tudo o que seja exótico e tem especial prazer em misturar as vedetas românticas desconhecidas, bailes frenéticos com música espacial.
Nas noites Dábaile revelam-se discos em vinyl que custam, no máximo, 1 euro e compostos de coisas que só se encontram depois de muito escavar durante meses nas feiras à procura de cantores de um só single, bandas misteriosas de um só LP que não se encontram no youtube, teclistas que fizeram carreira com versões tórridas e instrumentais de grandes sucessos, discos promocionais, hits techno e eletrônicos underground, orquestras exóticas gravadas nos píncaros do stereo ou artistas de variedades asiáticos que fazem versões de hits ocidentais em Mandarim.
DJ Rubi DáBaile iniciou-se em 2006 no famoso e já extinto Cabaret Maxime em Lisboa.

Monday, February 19, 2018

Si a ti te gusta a mi me encanta


e 2018 chegou, e com este, a nova edição da nossa festarola
                                                    "Si a ti te gusta a mi me encanta"
Nesta edição trazemos diretamente de Lisboa o Kino Sousa, o franco-português que partilha sons voodoo, candomblé punk, cosmic jazz, transe salsa e não só.
Vamos ter também a apresentação oficial do Narco Paulo, com as suas manobras sonoras afrobeat tropical synth e mais um pezinho de truques vocais.

O nosso querido 
DJ Milhafre está de regresso com sonoridades funaná e coladeiras fresquinhos "made in" Cabo Verde.
E para fechar este "show di bola" não podiam faltar as melhores movimentações das cumbias da América do Sul pela mão do 
Paco Piri Piri.
Em resumo, uma grande festa para partilhar sons de todo o mundo com os amigos e desconhecidos da Yuzin Azores !

Bilhete:5€
Org: 
Yuzin Azores

ATÉ AO CINZENTO DOS MONTES


Sexta-Feira 23 de Fevereiro 22:00
Inauguração da exposição de pintura “Até ao Cinzento dos Montes”
de Bianca Silveira


ATÉ AO CINZENTO DOS MONTES

Desde o centro da terra até ao cinzento dos montes. 
Atrás da cor e à frente da sombra.
Com a fluidez do mar e o silêncio do monte. 
Entre névoa azulada e caldeiras em constante ebulição, busco a minha origem.

Bianca Silveira nasceu em 1992 em São Miguel. Licenciou-se em Artes Plásticas na Faculdade de Belas Artes do Porto em 2016

CURTAS À QUARTA

                                                                                 A partir das 21:30

                                                       SINTOMA DE AUSÊNCIA de Carlos Melim
                                                                                 15 minutos, 2015
Confrontada com uma má disposição súbita, Isabel decide despistar a hipótese de uma gravidez inesperada através de um teste barato comprado numa farmácia. O resultado é pouco claro, insuficiente para ter alguma certeza. Sem esperança de revêr o antigo companheiro, sendo que pode estar grávida ou doente, Isabel mergulha num vazio de solidão e desespero, confiando exclusivamente em Rita, a sua amiga mais chegada.
Exibida no Short Film Corner do Festival de Cannes e venceu a secção Ficção Nacional Curtas Metragens do Festival Internacional de Cinema e Saúde Mental (FICSAM)

                                                              MARASMO de Gonçalo Loureiro
                                                                           15 minutos, 2015
José é um camionista de longo curso. Forçado pelo trabalho, vai-se afastando dos elementos da sua família até ao ponto em que só sente indiferença por eles.
Seleção Oficial do Curtas Vila do Conde 2015, e do Fantasporto 2016, finalista do prémio Sophia Estudante na categoria de ficção em 2016 e menção honrosa no encontro das Escolas de Cinema Europeias no Lisbon & Estoril Film Festival 2015.

                                                                           TU de Hugo Pinto
                                                                            10 minutos, 2016
“Tu” é uma história de amor, que acontece no momento em que a última coisa que queres é apaixonar-te, e no entanto apaixonar-te pode ser tudo o que precisas para continuar a viver.
Exibido em 16 países, 36 cidades e 27 festivais de cinema, obtendo prémio de melhor curta-metragem no MUVI Lisboa 2017, menções honrosas no Arouca Film Festival e no Cinalfama Internacional Film Festival, e prémios de melhores desempenhos no Experimental Feedback Film Festival em Toronto.

                                                                         CEDRIM de Diogo Vale
                                                                             17 minutos, 2017
Ouvimos foguetes, mas o tom não é de festa. Numa pequena aldeia, encontram-se um rapaz e uma rapariga. Ela é de lá, ele é da cidade. Vão velar a morte de alguém, ao mesmo tempo que a aldeia celebra a vida. O rapaz é introspetivo, enquanto a longa viagem nos revela a sua solidão: como ele depois dirá "hoje é o dia da troca", deixa o pai e fica com a mãe. As imagens impressivas que ele vê da janela do carro são um espelho da sua confusão. A rapariga, por outro lado, tem uma rebeldia do campo: mostra-se mais empática, até explicativa. É com ela que entramos numa liberdade campestre: os dois acabam a brincar pelas árvores, simulando uma amizade sem limites. Mas ao final do dia, ele voltará para a cidade, ela continuará ali.

                                                            ALFAIÃO de André Almeida Rodrigues
                                                                             13 minutos, 2017
No campo pintado de branco pela geada, os pássaros cantam enquanto ludibriam o caçador que se aquece nos primeiros raios solares. Na lareira, a madeira crepita no fogo e aquece o idoso que faz a sesta na companhia do seu gato. Estamos na aldeia, onde há sempre muito calor apesar do frio e de a chuva cair de vez em quando. Esta aldeia é Alfaião.
Prémio do Público, Shortcutz Funchal


                                                                        CARGA de Luis Campos
                                                                              15 minutos, 2017
Numa pequena vila piscatória, dois rapazes são forçados a tomar parte activa no tráfico de substâncias ilícitas.
Quando o mais velho prepara um plano de fuga, o mais novo vê-se obrigado a lidar com as adversidades de ser deixado para trás.
CARGA, tem sido exibido em vários festivais internacionais e conquistou o prémio de Melhor Filme no New York Portuguese Short Film Festival 2017. Melhor curta-metragem de 2017 no Shortcutz Guimarães.

Wednesday, January 31, 2018

TETRA HYDRO K




TETRA HYDRO K é o nome do laboratório secreto, administrado desde 2010 por Dr. Kanay (máquinas e composição) e Dr. Krilong. (saxofone, melódica e composição). As suas pesquisas baseiam-se em experiências com elementos orgânicos (instrumentos ao vivo) num ambiente gerado por computadores e maquinaria analógica.

Ao testarem a sua musicalidade ao longo dos anos, cientistas com larga reputação, foram deixados a coçar as cabeças com perguntas sem resposta:

" É Electrónico? " " Ou Acústico? " " Dub...Drum & Bass...Jazz? " " Porque não consigo parar de dançar?? "


Os resultados dessas reacções químicas (que podem ser consultados nos 5 EPs ou nos álbuns "Labotomie" (2016) e o mais recente "Ayawash-K" (2017) ) são marcos históricos surpreendentes. A dupla de Doutores também se aventura fora do laboratório com experiências ao vivo e em directo, onde tem constantemente uma grande aclamação por parte do público mais exigente.


BOGDANOV (live act) 02.02.2018


Friday, December 22, 2017

22 Dezembro - A Última Ceia antes da Ceia


25 Dezembro - King John + Bluzz Brothers




Aqui está de novo. O 25 de Dezembro. 
Dia do Menino Jesus, Certo?
Errado ! Esta é a noite em que o Rock n´Roll regressa a Santa Clara !!
A noite em que o Rei volta à casa de partida, King John o Rocker mais fixe da cidade e arredores faz um interlúdio no smog lisboeta para um concerto a solo no seu amado reino,
25 Dezembro é também e sempre a noite em que os Bluzz Brothers, a dupla mais exótica de PDL, sai de casa carregada de música mesmo porreira para dançar e celebrar, este ano as 40 velas que J.C. Bluzz apaga e os 18 anos de Bluzz a 25 (desde '99 a dar cabo do espirito natalício em PDL).

Portanto fica o aviso: 25/12/2017 Depois do repasto e das rabanadas o destino deve ser (para bem da sua saúde e da Humanidade) o Arco 8.
Abrimos as portas as 23h.

Monday, December 11, 2017

Lavoisier + FLiP



                          Lavoisier + Flip na Arco 8 no próximo sábado dia 16 de Dezembro
 

Lavoisier é formado por Roberto Afonso e Patricia Relvas, que nasce com a necessidade interior de criar um diálogo, onde a expressão musical é elevada ao seu expoente mais sensível. Começaram a sua jornada rumo a uma maior percepção da essência musical. Nessa viagem visitaram várias ideias, pessoas e músicas, e a atenção que umas suscitavam em relação a outras, moldam e formam o projecto Lavoisier.

O facto de terem vivido em Berlim entre 2009 e 2013, fez com que conseguissem ver de fora o que nunca viram de dentro percebendo então que o caminho do projecto passaria mais pela música cantada em português.

Com um inevitável saudosismo aprenderam a valorizar a música popular portuguesa, como diria Fernando Lopes Graça: "A música popular portuguesa é bela, difícil é reconhecê-lo...".

O nome Lavoisier foi escolhido pela dualidade liberdade/responsabilidade inerente à sua célebre frase
"Na natureza nada se perde, nada se cria tudo se transforma..."

FLiP é a adição natural para continuar a noite que se prevê profícua para a Alma e para o Corpo .

                                                              As portas abrem as 22h. e a entrada custa 5€.

Tuesday, December 05, 2017

BEST OF 2017

Os discos exigem encontros que o tempo teima em lembrar. 2017 assinalado a marcador de várias cores de escuta. Alexandre Pascoal, Paulo Simões, André Bradford, Rui Goulart,
 Tiago Ribeiro e João Nuno Almeida são os suspeitos improváveis do costume e não prometem menos que o melhor e mais certeiro lugar dos discos e canções a encontrar na sopa deste ano. A solução a revelar: Arco 8, 8 Dezembro, 22h.

Entrada Livre

Tuesday, November 14, 2017

Dupplo (Dj7)


DUPPLO
Membro de Voxels e Twin Turbo, Pedro Pinto tem Dupplo como nome para experiências sónicas em formato DJ.
Dupplo destaca-se pelas suas escolhas, onde predominam temas direccionados para a pista de dança, com ritmos 4 por 4, linhas de baixo quentes e uma energia inconfundível. 
 Entrada 3€                                                                                                                                     
https://soundcloud.com/dupplomusic     http://www.alineaa.net/dupplo/ mixcloud./quantica/dupplo/

SONORIDADES


Com Gianna De Toni no Contrabaixo, Jorge Valério no Hang Drum e Rafael Carvalho na Viola da Terra. Pretende-se juntar estes 3 músicos numa partilha musical a solo, em duo, e em trio, numa partilha de sons única, que foi ouvida, pela primeira vez, na Holistika Azores, por ocasião do Azores FRINGE Festival. Esta combinação de sons, onde cada músico leva para o palco as suas influências pessoais, irá refletir-se numa ambiência intima. Numa segunda parte teremos a participação dos “Rapeciâz”, em duo, com Gianna De Toni e Biagio Volandri, que trarão ao palco um momento musical de música improvisada e experimental .
Será uma noite de diferentes SONORIDADES, com tradição e experimentação à mistura, tanto no palco como na pista de dança onde a viagem prosseguirá com o inopinado “Café Devasso” do Artista André Laranjinha.
Entrada Livre

Friday, November 10, 2017

JONATHAN

             Uma incursão pelo universo da música negra e das novas tendências da música electrónica                    

MANU

Manu has almost 20 years of career and has acquired great experience in electronic music/art.
In 2000 he joined Boom Festival crew and in 2002 the Soniculture crew where he redefined his sound, directing his performances for the dance floor, never forgetting his influences, which includes ambient, techno, dub & punk.
Along with his career, he has performed in some of the best national clubs like Lux, Ministerium, Vaticano, Gare and in many electronic festivals like Boom Festival, Festival Forte, NeoPop, Sudoeste...
In addition to the career as a DJ, is dedicated to programming events and work as a curator with Boom Festival, Soniculture, Jardim da Estrela, Sagrada Familia, COA & Giv Lowe.
Out of Portugal he acted in several clubs and festivals in Spain, England, Germany, Netherlands, Sweden, Morocco, Angola, India, China & Hong Kong.
Manu's sets provide sensory experiences with the public, traveling between deep, hypnotic, psychedelic, acid, dense and immersive sounds."

SEÑORITAS


Wednesday, October 25, 2017

SI A TI TE GUSTA A MI ME ENCANTA


É um enorme prazer anunciar a que vai ser a última festarola da Yuzin Azores em 2017.
SI A TI TE GUSTA A MI ME ENCANTA / 27 OUTUBRO / 
Arco 8 Azores
Desta vez e desde Espanha o grande 
Daniel Bigote Martin acompanhado dos já habituais mestres das festas na ilha, Sargento Zundapp, Mr. Wolf ePaco Piri Piri.
Bora dançar os ritmos tropicais para esquentar o Outono!
PRE -VENDA 5€ a partir do dia 16 de Outubro no 
La Bamba Bazar Store, Rua Manuel da Ponte 23, Ponta Delgada.

Friday, September 22, 2017

OCTA PUSH

Octa Push é um projeto que funde música lusófona com ligações aos PALOP, com eletrónica, formado por dois irmãos (Leo e Bruno) de Carcavelos/Lisboa. Já pisaram palcos como Sonar Festival, Fabric, Glade Festival, Amsterdam Dance Event, NOS Alive, SBSR, MED, RiR, CCB, Casa da Música, Lux, entre outros. A nível editorial, destacam-se lançamentos de temas originais em editoras como Soul Jazz Records, Soundway Records, Iberian Records, Enchufada e o apoio de nomes como SBTRKT, Thom Yorke (Radiohead) ou Gilles Peterson (BBC).
No dia 30 de Setembro (Sábado) apresentam na Arco 8 o seu mais recente trabalho editado *LINGUA e far-se-ão acompanhar de Ary (Blasted Mechanism) no comando do Baixo, a noite continuara com a presença
dinâmica de Ishan na cabine de Dj.

Entrada 7€

Sunday, September 10, 2017

Nada tenho de Meu

Quarta- Feira / Wednesday 13 de Setembro, 21:30
 Exibição do Filme “Nada tenho de meu”
Diário de uma viagem ao Extremo Oriente
(entrada livre)



O realizador português Miguel Gonçalves Mendes e os escritores brasileiros Tatiana Salem Levy e João Paulo Cuenca viajaram até ao Extremo Oriente para uma troca de experiências com artistas e pensadores de Macau, Hong Kong, Vietname, Cambodja e Tailândia. Desse contacto, que surgiu depois dos três autores terem sido convidados a estar presentes no 1º Festival Literário de Macau - Rota das Letras, nascerá a série de vídeos “Nada tenho de meu”, descrita como "uma mistura de caderno de viagens e ficção"

Thursday, August 24, 2017

REFLEXOS | LUIS SENRA & JOANA DIAS




REFLEXOS | LUIS SENRA & JOANA DIAS
Performance improvisada de música e dança

25 Agosto | 22:00 » Arco 8, Ponta Delgada
Entrada: Contributo Livre

»»
Sou o reflexo do mundo, e o mundo é reflexo do que sou. Por entre reflexos e ecos, internos e externos, sigo em busca de mim quando no fundo estive todo o tempo aqui.

Reflexo do que a sociedade pediu, dos amigos, família, relacionamentos e necessidades, permitindo ser moldado, esculpido e influenciado. Reflexo das experiências passadas, dos medos, atitudes e crenças. Colocando máscaras, alter egos para cada posição na vida, perdendo e distorcendo a imagem de origem da imagem refletida.

Aqui é nos pedido para revisitar o que somos. Mas, quem sou eu? Torna-se inquietante, uma pergunta que ecoa sem resposta, pois já assumimos tantas personagens que muitas vezes já nos consideramos elas mesmas. Não nos resta mais nada do que tirar as camadas que colocamos, despirmos e desnudarmos, e nos permitirmos Ser.

E em reflexos me perco, para que em reflexos te encontres.

»»
Luis Senra é um saxofonista micaelense que tem como foco explorar e desenvolver, a solo ou em parcerias, performances de improvisação livre onde o foco principal é a liberdade criativa, como meio de exploração musical e de conexão direta com o público e a natureza

Joana Dias aposta na improvisão livre como meio de explorar a criatividade através de movimentos que seguem as emoções e as vozes do próprio corpo. Concilia a dança com a área social, tentando retratar a verdadeira realidade social que nos rodeia. Abraça a dança como sendo um processo de integração emocional e social, transportando consigo a urgente mensagem de olharmos para "o outro", fazermos a diferença e lutarmos pelos direitos e dignidade humana.

Wednesday, July 26, 2017

Rumble in the Jungle


A Rumble in the Jungle é uma noite Arco 8 em que vale tudo, tudo para pôr todos a dançar, na XII edição os convidados oponentes são duas criaturas melômanas vertebradas com alto potencial para incendiar pistas de dança, estamos a falar do macaronésio Dj Milhafre que desde a 1ª vez que planou lá no alto lá do alto não saiu, os seus sets carregados de semi e tropicalismo impelem a tribo ao roçanço descontraído e descompassado, 
No outro canto, salvo seja, temos uma figura mítica dos saraus dançantes mais badalados da última década na ilha de São Miguel , nada mais nada menos que o inolvidável Dj Fellini que esta de regresso depois de um período sabático em Trás-os-Montes.

Depois do Teatro


 26 e 27 Julho 

     

Colecção de Coleccionadores


 26 e 27 de Julho 



Raquel coleciona colecionadores que encontra nas cidades por onde passa. Raquel coleciona os próprios colecionadores, eles mesmos. Pede-lhes que lhe contem um segredo: que lhe contem o que é ser colecionador. Pede-lhes que se deixem colecionar. Colecionamos o que nos escapa das mãos. Que memória transporta um objeto? Em Colecção de Colecionadores, coleciona-se o outro e guarda-se o que não dá para guardar. Através de uma entrevista, os colecionadores de cidades diferentes respondem a perguntas sobre memória... Afinal, o que guardamos? O espetáculo funciona como uma montra para revelar a sua coleção de colecionadores. Neste momento (Julho 2017) a Colecção de Coleccionadores tem colecionadores de Paredes de Coura, Valença, Vila Nova de Cerveira, Monção, Melgaço (PT), Berlim (GR), Kortrijk (BE) e Ponta Delgada. 


Este trabalho faz parte do projeto Colecção de Pessoas: Colecção de Amantes, Colecção de Coleccionadores, Colecção de Artistas e Colecção de Espectadores.

60' sem intervalo
Lotação limitada
M12
Espectáculo em Português /// Performed in Portuguese

Preço | €6
Bilheteira - Reservas Loja Walk&Talk / Bilhetes à venda: Arco 8 ( nos dias de apresentação, a bilheteira abre às 21h)

Wednesday, July 05, 2017

3rd Method + Tape


3rd Method - Projeto musical dedicado ao improviso e live act com influências que variam entre o funk, soundscapes e electrónica. Caracteriza-se pelo combinar de beat's e um groove particular, evidenciado pela linguagem musical de cada um dos seus intervenientes. A sua sonoridade irreverente é transmitida pelo baixo elétrico e bateria numa perfeita simbiose com os sintetizadores, dos clássicos aos mais modernos. 
Os 3rd Method primam assim pela linguagem instrumental como interlocutora do positivismo e vibe dos seus três constituintes.

Em palco assumem desde a primeira batida um ritmo frenético e vigoroso, induzindo nos corpos presentes a exaltação e movimento que só algo inaudito e poderoso é capaz de provocar.
dito e rédito isto resta acrescentar que vai ser um concerto do cacete !!!
e para que não falte mesmo nada DJ Tape fará brilhantemente o Warm Up e o prolongamento ;) 

Entrada livre até às 00h, a partir das 00h.> 5€ 

Thursday, June 22, 2017

Sentado à mesa de um café devasso

 Poesia Punk e musica maioritariamente orgânica seleccionada com algum critério por A.Laranjinha